Select Page

Sabemos que ter um fundo de emergência é essencial para todos os bolsos e estilos de vida. Mas existem certas pessoas que precisam, e dependem ainda mais de uma boa reserva em caso de emergências ou gastos imprevistos.

Trouxemos abaixo as 4 pessoas que mais necessitam de um fundo de emergência:

1. O dono de carro

A porcentagem em que problemas automotivos ocorrem é enorme, por isso todo dono de carro deve ter uma boa reserva para lidar com esse tipo de despesa. Reparos ocasionais, manutenção preventiva e regular, além de outros pequenos detalhes para manter seu carro rodando bem. A dica é colocar estes pequenos gastos no seu orçamento mensal. Considere todas essas despesas e reserve uma parte da sua renda apenas para isso, assim você não se preocupa caso algo dê errado. Além disso, você sempre terá sua reserva de emergências para cobrir qualquer gasto maior e além do esperado no seu orçamento, como a franquia do seu seguro, por exemplo.

2. O dono de casa própria

Se você tem sua casa própria, também deve manter uma parte do seu orçamento reservada para estes gastos corriqueiros. Algumas coisas podem necessitar reparo imediato ou reposição imediata, ou simplesmente itens necessários para manter sua casa, como uma nova caixa de ferramentas, repor a mangueira de jardim que quebrou ou até mesmo aquela furadeira que você está enrolando para comprar. Porém, algumas coisas não são emergências, como um sofá novo ou instalar uma piscina. Mantenha este dinheiro no seu fundo de emergências para o caso de uma emergência de verdade, como um encanamento quebrado, problemas na tubulação de gás, etc.

3. Pessoas solteiras

Um fundo de emergências é bem mais importante e crucial para pessoas solteiras do que para casais, que geralmente contam com duas fontes de renda. Esse fundo pode ser usado para se manter de pé caso fique desempregado de uma hora para outra. Ou para gastos médicos em caso de doença ou acidente. Geralmente, essa reserva pode começar com R$1000 a R$2000, para estar imediatamente coberto em pequenas emergências. Porém, deve-se investir o valor equivalente a 3-6 meses do seu salário para cobrir toda e qualquer ocorrência.

4. Trabalhadores autônomos

Trabalhar por conta própria é um assunto à parte, pois geralmente autônomos têm renda irregular a cada mês, e isso dificulta a tarefa de montar um orçamento mensal. Mas ainda assim, autônomos precisam de um fundo de emergências sem nenhuma sombra de dúvida. A chave, é que este fundo precisa cobrir todas as categorias já citadas. Você precisa cobrir gastos pessoais, como no caso de emergências médicas; mas gastos com sua casa, carro, além daquela reserva de segurança em caso de desemprego.

Estes 4 grupos de pessoas são os que mais precisam de uma boa reserva em caso de emergências pois enfrentam os maiores riscos de despesas imprevistas. Construir e manter este fundo deve ser a maior prioridade financeira destas pessoas. E você, se encaixa em uma ou mais categorias? Comente suas experiências com fundos de emergência e como eles te ajudam