Select Page

Quando se fala em finanças pessoais, normalmente se fala em métodos para gerenciar o dinheiro ou investimentos convencionais, com retornos limitados (é a realidade do mercado financeiro para a maioria das pessoas). A realidade do mercado financeiro brasileiro está mudando, ficando mais próxima daquilo que se pratica nas economias desenvolvidas.

Vale lembrar que tão importante quanto cuidar bem do dinheiro é pensar em como ganhá-lo, e ganhar dinheiro no mercado financeiro das economias desenvolvidas não é uma tarefa nada fácil, e o investidor brasileiro deve se preparar para um cenário onde os retornos vão diminuir e a volatilidade aumentar. É preciso verificar constantemente as oportunidades de negócios e de desenvolvimento profissional. Ganhar dinheiro investindo no mercado financeiro tende a ficar cada vez mais difícil, e quem quer subir o padrão de vida ou dar um “grande salto” precisa saber que a prioridade máxima do investidor não é rentabilizar seu dinheiro, e, sim, protegê-lo. No longo prazo, muitos dos investidores ao menos conseguem proteger seu patrimônio dos efeitos da inflação, e com isso, acabam obtendo grandes prejuízos. Investimentos com alto potencial de retorno também têm alto potencial de risco.

Os retornos

Não existe algo que tenha altos retornos e seja totalmente seguro. Quem não quer viver “fortes emoções” com o dinheiro deve se abster de investimentos mais ousados e ficar com o básico.

Muitas pessoas, na tentativa de conquistarem o mais alto padrão de consumo possível, estão abusando do crédito e “cavando um buraco” para seu futuro. Tenha como meta viver um degrau abaixo do que lhe parece “normal” em seu meio socioeconômico. Não quer dizer que você precise viver mal. Mas se ajustar seu padrão “para baixo”, vai acumular reservas que permitirão dar sustentabilidade (longo prazo) à boa vida a que está acostumado. Dificilmente alguém terá sempre dinheiro sobrando para comprar tudo que quer. Mas a única escapatória não é parcelar no cheque, cartão de crédito ou boleto do crediário. É tentador, pois se leva o bem para casa antes e paga-se depois. Infelizmente esses parcelamentos têm uma grande falha que é o valor de juros.

Fórmula mágica?

Muitas pessoas acreditam em uma fórmula mágica de riqueza, onde é possível enriquecer com pouco ou nenhum sacrifício do dia para a noite. Porém, isto não existe. Para progredir, é preciso conservar uma parte do que se ganha e colocar este dinheiro para trabalhar a seu favor. Economias bem aplicadas produzem juros que se acumulam com o tempo, gerando riqueza. O grande problema é que muitos ainda enxergam alguns investimentos, como por exemplo as ações, como uma forma de aposta. Acreditam que, investindo dessa forma, seu dinheiro não está protegido quando se trata, na verdade, de uma forma eficaz de investimento que pode ser muito segura.

Investimento

Para aplicar com segurança compatível à da poupança, um investimento em ações de grande liquidez com foco no longo prazo renderá bons frutos. Existem bons setores que quando são bem geridos tendem a ter bons resultados com o passar do tempo, e isto ajudará o preço de suas ações a crescer de forma consistente, com retorno bem acima do adquirido com as aplicações mais convencionais. Quem costuma se dar bem com dinheiro tem como tendência o cultivo de providências combinadas, e a falta de uma delas na prática certamente comprometerá as outras três.

Dessa forma, podemos concluir que para uma pessoa se tornar uma boa investidora, é interessante qualificar-se profissionalmente, visando trabalhar e ganhar o máximo que conseguir de forma ética. Ter gastos mais econômicos, sempre enxutos e bem controlados, focados na qualidade de vida, buscado ter dívidas mais prudentes, evitando o pagamento de juros e ter investimentos mais dinâmicos, para ganhar juros sobre juros.